segunda-feira, 16 de setembro de 2013

DOR, INVEJA E ÓDIO

ESTÃO MATANDO NOSSOS JOVENS Estávamos já todos recolhidos, amanhã é segunda, dia de batente logo cedo. Minha filha aparece no corredor com o celular no ouvido e dizendo pra alguém "mataram o menino". Óbvio que me assustei e olhando pra ela esperava mais algum comentário. Quem foi morto? Quando ela conseguiu explicar, disse que um jovem, da turma dela, daqueles que frequentam minha casa, havia sido assassinado em frente à uma esfiharia da cidade, com um tiro pelas costas quando tentava fugir de um roubo ao seu carro. Um canalha covarde atirou pelas costas em um jovem. Obviamente que muitos irão dizer que os abismos sociais são culpados. MENTIRA. A maldita glamurização do crime e a enorme incompetência de nosso governador Geraldo Alckmin e nossa presidente Dilma Roussef MATARAM esse menino, cujo pai está na porta do hospital aguardando a liberação do corpo, pensando em matar-se. Cujo irmão está inconsolável e a mãe, ao que se sabe, não consegue nem chorar. Esse lixo que atirou, que jamais conseguirá ser metade do homem que o menino estava se transformando, provavelmente se vangloria agora da impunidade e de seu feito. O governador do estado, deve dormir em berço explêndido, tal como a presidente da república. Aos que acham que não há culpados ou modo para resolver, há sim. O prefeito de Nova Iorque, acho que foi Rudolph Giuliani, vendo NY tomada por uma violência fora de controle, adotou uma política de tolerância zero na cidade (lá as polícias são municipais). Prendeu-se e matou-se muito, aplicou-se a lei literalmente e os conceitos da população foram mudados. A segurança hoje, algo como 10 anos depois, é perfeita, os índices de criminalidade, baixíssimos, aplicando a lei e não sendo covardes. Aqui, a função pertence primeiramente ao governador do Estado. Geraldo Alckmin, um homenzinho fraco, sem expressão e sem tutano. Está há anos e anos no poder ou orbitando ele, NADA FEZ, sua conduta como comandante em chefe das polícias é a de um espantalho. Não tem coragem para tomar atitude conta o crime organizado, expõe seus policiais à morte por tolerar a ação do crime organizado no Estado. Agora, vemos os efeitos dessa conduta medíocre como sempre, extirpar da Terra um menino, morto por um verme alimentado por um governo sem espinha dorsal. Peço a Deus que essa familia que esse lixo destruiu com a ajuda do governador Alckmin, consiga um dia ter paz, que não esqueça, mas consiga ao menos tocar sua existência com um pouco de dignidade. Que esse pai não deseje mais a morte, que encontre força pra viver. Que essa mãe chore e que esse irmão seja tão feliz quanto possa, em homenagem ao menino que hoje se foi. Pensem tantos quanto achem que devam, que ao comprar uma "paranga de pó" ou "maconha" na "biqueira", alimenta-se o bolso desses cães e com A SUA GRANA eles compram armas e mais drogas e mais armas e poder e políticos e advogados que conhecem alguém, que conhecem alguém... Enquanto nós não entendermos que nosso "barato" custa caro aos outros, será sempre esse filme triste. Desejo outrossim que o governador tenha uma luz e a partir de amanhã, acorde com um sopro no ouvido para livrar-se de suas vaidades políticas e aspirações patéticas e resolva que vai ser, nesse último ano de mandato, que espero em Deus não seja objeto de reeleiçÃO, O MELHOR GOVERNADOR QUE SÃO PAULO JÁ TEVE. Que desça as escadas do palácio de Drácula donde governa e sente-se junto aos comandantes das polícias do Estado, decretando TOLERÂNCIA ZERO e a busca ao Estado mais justo e igualitário. Que ele seja tomado por uma lufada de coragem que o faça desafiar o crime organizado e que honre as calças borradas que veste, hasteando uma bandeira de confronto à bandidagem... Doce ilusão. Tivesse ele acesso a este texto, diria apenas que não pode deixar que comoções e emoções de uns, abalem a estrutura do Estado. É o refúgio dos covardes. Vamos nós, o verme assassino, o verme que nos governa e todos enfim, fazer algo que essa familia não fará.. dormir. É com enorme nojo que escrevo isso tudo. Não revolta, pois não é a primeira vez que vejo isso acontecer. Apenas nojo e pesar pelo que a familia desse menino deve estar sentindo e pelo que irá enfrentar, a tradução mais completa de Inferno. Peço a Deus ainda nesse amontoado de frases, que perdoe se o governador sentir inveja do prefeito de NY. Que ele imite o homem que governou pelo povo, que ele saiba que isso é certo. Que seu café da manhã tenha o fél que a familia do menino tem na boca hoje, para que sinta o amargor da perda. Quero parar de escrever, mas não tenho coragem. Tenho obrigação de ficar acordado e praguejando contra essa canalha toda que nos cerca. Deus tenha piedade dessa raça de vermes que matam por nada e com toda essa piedade os faça queimar pela eternidade. Desculpe o desabafo. Sou pai, meus filhos saem à noite, tenho medo, mas um medo diferente. Em que posso transformar-me na situação desse pai. Que tenhamos todos uma excelente noite, menos vc Alckmin.

4 comentários:

Unknown disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Unknown disse...

de Heloísa ferreira: O Brasil todo deve ter acesso a esse texto, meu irmão..até chegar no palhaço Alckmin...não há palavras que expressem a dor que essa família está passando! Nós, brasileiros, devemos nos unir e EXIGIR leis mais duras, que as punições sejam MESMO cruéis e desumanas para covardes que agem ferozmente contra inocentes...

Olavo Ferreira disse...

Minha irmãzinha... I miss you baby!!!

Olavo Ferreira disse...

Minha irmãzinha... I miss you baby!!!